.
.
.
.
.

[ VISITANTES ]

terça-feira, 15 de abril de 2014

Crítica do Filme: A Sétima Alma




AUTORDENNIS WILLIAN CIDRAL

AVALIAÇÃOPÉSSIMO

FICHA TÉCNICA

TITULO ORIGINALMY SOUL TO TAKE

GÊNEROTERROR

LANÇAMENTO2010

PAÍS DE ORIGEMEUA

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA16 ANOS


"REZE ELE ESTÁ VOLTANDO"

Pense em um filme que poderia ser ótimo... O terror A Sétima Alma (My Soul to Take,2010), filme de Wes Craven, diretor dos clássicos (A Hora do Pesadelo e Pânico), tem um dos seus piores filmes na sua carreira. Um dos diretores mais reconhecidos em Hollywood e dotado como "mestre do suspense" por muitos deixa a desejar na direção, e pela primeira vez assisto algo que realmente dá sono de tão ruim que é. O filme chegou aos cinemas norte-americanos há 4 anos atrás, mesmo ano aqui no Brasil.
O elenco também não agrada em nadinha, é impressionante pois Craven sabe escolher muito bem seu elenco, a franquia "Pânico" é um à citar, "A Hora do Pesadelo" filme original dos anos oitenta também é conhecido pelo seu ótimo elenco, porém neste penúltimo filme realizado por Craven vemos algo tão desorganizado e mal feito que realmente se torna desagradável de assistir.
Ao invés de injetar experiência e nomes conhecidos em filmes do gênero, o diretor resolve colocar atores mirins, para realizar um trabalho sério. O elenco não convence, e muito menos o roteiro. É algo desastroso, história sem pé nem cabeça, sem ideia, sem um rumo. Tudo parece bom até os 20 minutos de filme, depois o filme cai em um labirinto de más atuações e a história logo se perde em algo tão tosco que a vontade que dá é desligar a TV na mesma hora. Aos 60 minutos, tudo engrena e o filme parece dar uma guinada para despertar o espectador do sono porém é apenas um susto porque a história termina de forma péssima, assim como foi o filme durante seus 90 minutos. Não é algo que você assiste e bate palmas, ao contrario, nem sustos o filme tem, e nem como passatempo o filme serve. Mas não vou criticar o diretor, pois sou fã do trabalho dele, teve 90 % de sucesso em sua carreira, foi assim com os clássicos "A Hora do Pesadelo, Quadrilha de Sádicos, Aniversário Macabro e Pânico", e também nas refilmagens que produziu, Viagem Maldita, A Última Casa, e no seu último filme como diretor Pânico 4. Recentemente ouveram boatos que Wes Craven estaria envolvido com a uma nova série de Pânico, já que a franquia parece encerrar no seu quarto capítulo.
Um acontecimento assombra a cidade de Riverton, na mesma noite que o Estripador desapareceu e foi dado como morto, sete crianças nasceram no hospital da cidade. Agora, 16 anos depois, moradores estão desaparecendo misteriosamente. Será que o psicopata sobreviveu e voltou para aterrorizar os moradores? Bug (Max Thieriot) é uma das sete crianças que nasceram na naquela noite sangrenta, cabe a ele enfrentar um mal que não descansará enquanto não terminar o que começou no dia em que ele nasceu.

9 comentários :

  1. Eu assisti o filme há algum tempo atrás no telecine quando lançou, e pra falar a verdade eu adorei tá, muito bom além de ter uma história no capricho, precisa assistir o filme 2 ou 3 vezes antes de sair julgando e metralhando o diretor, os trabalhos dele são ótimo, e ao contrario o filme teve bom elenco, e muitos sustos, qualé não me zoa

    ResponderExcluir
  2. Concordo esse filme é chato demais

    ResponderExcluir
  3. muito ruim mesmo, não acredito que tem gente que gostou disso

    ResponderExcluir
  4. Se esse filme eeh ruim então vc ta meu irmao

    ResponderExcluir
  5. Filme legalzinho pra assistir, se nao tem mais nd pra fazer

    ResponderExcluir