.
.
.
.
.

[ VISITANTES ]

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Crítica do Filme: Na Companhia do Medo




CRÍTICA DE: DENNIS WILLIAN CIDRAL
DIREÇÃO: MATHIEU KASSOVITZ
GÊNERO: SUSPENSE
LANÇAMENTO: 2003
PAÍS DE ORIGEM: EUA

"A LOUCURA PODE SER PERTURBADORA"


Um dos filmes que muito me agradou e que eu assisti há um tempo atrás foi o brilhante suspense Na Companhia do Medo(Gothika),um dos melhores filmes do gênero,quando o assunto é possessão espiritual.O suspense dirigido por Mathieu Kassovitz(Rios Vermelhos),faz por valer a direção.Assim como o ótimo elenco com Halle Barry(Mulher Gato),que protagoniza.Robert Downey Jr(Homem de Ferro),também faz uma atuação de gala,assim como a atriz espanhola Penélope Cruz(Sahara),que esbanja talento.Contudo o elenco todo é formidável.
O filme não deixa a desejar,e como um bom filme com um roteiro inteligente,a trama peca muito pouco,detalhes que quase nem são percebidos,isto devido a boa história incrementada na trama.Ótimo roteiro escrito por Sebastian Gutierrez,tem que se elogiar.
Muitas coisas me agradaram,tais como o final do filme,e como todos dizem "a última impressão é a que fica",realmente foi de surpreender,principalmente quando se espera uma coisa,dai vem o filme e reserva outra totalmente inesperada.Do tipo que faz que assiste repensar e repensar a noite toda sobre o filme.É isso que este suspense faz,deixa o espectador aflito ao mesmo tempo que o faz indagar sobre e com que força do mal a protagonista está lidando,ao mesmo tempo que existe um espírito e um assassino de carne e osso,ambos querendo destruir a sanidade da personagem protagonista,neste interpretado por Halle Barry.
No entanto o que mais me perturbou durante todo o filme foi o desespero da protagonista em provar sua sanidade mental,para o próprio público que acompanha,fica a dúvida se existe um pouco de loucura,ou se realmente a moça está sendo possuída por algum mal,eu mesmo indaguei e fiquei em dúvida até perto do final,é nessa hora que as dúvidas são esclarecidas e tudo se encaixa.Principalmente dos "porquês" da personagem ser assombrada pela garota morta.
Em questão de ambiente,tomadas e trilha sonora,tudo maravilhoso principalmente a cena final ao som de Behind Blue Eyes,ai é mesmo para fechar com chave de ouro né.Uma boa história,para um bom suspense!E finalizando,acredito que filmes como este aqui são raros hoje em dia,por isso vale tanto apena ir atrás dele e assistir.Ainda mais se estás a procura de algo que o faça tremer de medo.E como o título ressalta,você está "Na Companhia do Medo".
SINOPSE: Miranda Grey(Halle Berry)é uma conceituada e brilhante psiquiatra criminal de um hospital que,repentinamente,descobre estar internada na clínica para deficientes mentais em que trabalha.Miranda é acusada de ter assassinado seu marido,mas ela não se lembra de ter cometido o crime. Tentando recuperar sua memória,Miranda passa a desconfiar que esteja sendo usada por uma força sobrenatural,que esteja buscando vingança de algo ocorrido no passado.
"De a sua opinião em relação à crítica deste filme,deixe seu comentário no campo de perguntas abaixo,assim você também poderá participar das críticas dizendo o que achou do filme e dando sua nota..."

3 comentários :

  1. Estou tentando fazer um trabalho sobre esse filme, segundo minha professora, a personagem Miranda Grey sobre de esquizofrenia. O que se repararmos nos atos dela pode ser realmente. Mas o filme não deixa claro isso pra mim, estou muito confusa. Se puder me ajudar eu agradeço

    ResponderExcluir
  2. Estou tentando fazer um trabalho sobre esse filme, segundo minha professora, a personagem Miranda Grey sobre de esquizofrenia. O que se repararmos nos atos dela pode ser realmente. Mas o filme não deixa claro isso pra mim, estou muito confusa. Se puder me ajudar eu agradeço

    ResponderExcluir
  3. Estou tentando fazer um trabalho sobre esse filme, segundo minha professora, a personagem Miranda Grey sobre de esquizofrenia. O que se repararmos nos atos dela pode ser realmente. Mas o filme não deixa claro isso pra mim, estou muito confusa. Se puder me ajudar eu agradeço

    ResponderExcluir