.
.
.
.
.

[ VISITANTES ]

sábado, 2 de julho de 2011

A Centopéia Humana:nojento ao extremo!






Antes de ver o filme, dei uma olhada no trailer, e já imaginei o que estava por vir, afinal, não é todo o dia que ouvimos falar de um filme em que três pessoas estão unidas por uma ligação boca-ânus, levando elas a se alimentarem pelos… bom, acho que você já percebeu qual é a idéia aqui.Na verdade, a idéia do filme nasceu de uma brincadeira do diretor que, conversando com seus amigos, criou uma forma de punir molestadores de criancinhas, costurando sua boca ao ânus de um caminhoneiro gordo. Assim, ele amadureceu a idéia do filme, colocou como vilão da história um alemão nazista fazendo uma série de experiências que foram feitas na II Guerra Mundial, e colocando as vitimas como americanos e japoneses. 





O começo da centopéia ser um homem, e de origem diferente, é para criar uma barreira de linguagem para haver um confronto direto entre eles. Para criação da centopéia humana, foi consultado um cirurgião de verdade que, no primeiro momento não quis ajudar, com medo de afetar sua vida profissional, até ver o script, conceber e acreditar até que a experiência do filme poderia dar certo na vida real. Ele até chegou a imaginar que um trio de pessoas poderiam viver vários anos ligados dessa forma.Antes de ver o filme, dei uma olhada no trailer, e já imaginei o que estava por vir, afinal, não é todo o dia que ouvimos falar de um filme em que três pessoas estão unidas por uma ligação boca-ânus, levando elas a se alimentarem pelos… bom, acho que você já percebeu qual é a idéia aqui.Este foi só o primeiro filme… o diretor já esta pensando numa sequência, com 12 pessoas formando uma centopéia. As filmagens devem começam em julho desse ano, e diz o diretor, que esse primeiro capitulo foi só para as pessoas se acostumarem com a idéia. Ele já esta imaginando uma segunda continuação, mas prefere observar como vai ser a aceitação da continuação para dar continuidade a idéia do terceiro filme. Curiosidades: Algumas das atrizes não terminaram de ler a parte do roteiro por nojo da historia, e o diretor não contou totalmente a história do filme para os patrocinadores, com medo de desistirem ou adiarem o investimento.





Agora sim, falando sobre o filme, gostei dele, pois começa bem direto ao assunto. Duas turistas passeando de carro pela Europa nas férias estão num hotel, e resolvem ir para uma balada… e como em todo filme de terror, o pneu fura, começa a chover, elas resolvem procurar ajuda e encontram a casa do cirurgião maluco, que pretende fazer delas - e mais um cara - uma centopéia humana. O desenrolar é bem angustiante e realista. O filme impressiona mais pelo que deixa a entender, mas não recomento pra quem tem estomago fraco ou não curte filmes trash.Além dessa história baba, temos uma série de situações bizarras e um certo nível de insanidade presente no Dr. Heiter, o vilão nazista do filme. A produção é de baixíssimo orçamento, mesmo possuindo uma técnica visual que não chega a ser incômoda, fruto da gravação em formato digital. Mas, a veia trash está presente em tudo, e o filme respira aquele ar dos longas de terror dos 80, com vilões loucos, e protagonistas rasos que só servem para sofrer e morrer. O filme deve seu sucesso aos festivais de terror, onde a lenda ao redor dele foi crescendo após várias pessoas abandonarem as sessões do filme, graças a sua premissa doentia. Enfim, não é um grande filme, mas vale a pena ter no currículo.Além dessa história baba, temos uma série de situações bizarras e um certo nível de insanidade presente no Dr. Heiter, o vilão nazista do filme. A produção é de baixíssimo orçamento, mesmo possuindo uma técnica visual que não chega a ser incômoda, fruto da gravação em formato digital. Mas, a veia trash está presente em tudo, e o filme respira aquele ar dos longas de terror dos 80, com vilões loucos, e protagonistas rasos que só servem para sofrer e morrer. O filme deve seu sucesso aos festivais de terror, onde a lenda ao redor dele foi crescendo após várias pessoas abandonarem as sessões do filme, graças a sua premissa doentia. Enfim, não é um grande filme, mas vale a pena ter no currículo.


Trailer do Filme:

I

Nenhum comentário :

Postar um comentário